Blog Lairce Cardoso

Heloísa Cragel

AUMENTAR A IMUNIDADE ATRAVÉS DA ALIMENTAÇÃO NA COVID-19

26 de agosto

Quer aumentar sua imunidade na Covid-19? Então atente-se para sua alimentação.

Em tempos de pandemia de COVID-19, o que mais ouvimos é que para evitarmos as chances de contrair a doença, devemos manter uma boa imunidade, principalmente com a alimentação. Mas você sabe o que isso significa?

Em primeiro lugar, precisamos entender que o vírus da COVID 19 pode ser transmitido para qualquer pessoa, de todas as idades, com um sistema imune bom ou ruim.

Uma boa imunidade não blindará nosso corpo da infecção se não tomarmos os devidos cuidados de proteção e higienização. Mas, por outro lado caso aconteça a contaminação, uma boa qualidade do nosso sistema imune fará com que os sintomas sejam graves ou leves.

Lembrando que, caso já exista uma doença pré-existente, a chance de complicação dos sintomas é maior, como por exemplo: hipertensão, diabetes, problemas renais e cardíacos. Doenças que, da mesma forma também são causadas por uma alimentação inadequada.

Mas, afinal quais os tipos de alimentos que auxiliam numa alimentação saudável?

Quando pensamos em aumentar a imunidade através da alimentação, logo pensamos em Ferro e Vitamina C, nutrientes importantes que são vinculados a uma boa saúde pela mídia e indústria farmacêutica a anos! Entretanto, a cascata de reações bioquímicas que elevam nossa imunidade e que ajudam a nos proteger de graves infecções, é formada por um sistema de nutrientes bem mais complexos, que envolvem: todas as vitaminas, minerais, proteína, alguns tipos de fibras e bactérias boas para colonizar nosso intestino e permitir que tudo que ingerimos, seja benéfico ao nosso organismo! E assim, crie um sistema imune forte e duradouro.

Consequentemente a alimentação diversificada, balanceada e cheia de cores é o melhor caminho para um sistema imune de qualidade, apesar de ser um clichê. Em outras palavras, para esclarecer, se falta mais um nutriente do que outro, nosso corpo não realiza toda sua síntese e acaba sendo prejudicado.

Ou seja não funciona ingerir um excesso de alguma vitamina específica e deixar de ingerir outra que também faz parte dessa cascata de reações. Lembrando sempre que, somos seres individuais e com necessidades nutricionais individuais. E, certamente ter uma nutricionista de confiança é parte importante do processo.

E, por fim, resumindo a questão, nessa pandemia, mais do que nunca, faz-se necessário uma boa imunidade, por dois motivos: diminuir as chances de uma complicação pelo vírus, mas além disso manter uma boa saúde mental, ponto importantíssimo para superarmos esse ciclo!

http://@heloisacragel

Veja também: https://laircecardoso.com.br/vc-completando/voce-ja-parou-para-pensar-no-que-significa-bem-estar/

Sobre o Autor: Heloísa Cragel
Heloísa Cragel

|

Nutricionista clínica especialista em adultos com doenças crônicas. Atualmente nutricionista no hospital Samaritano Paulista de São Paulo, membro do protocolo de cardiologia e atuante na clínica médica e cirúrgica da instituição.

Deixe uma mensagem

Qual o seu nome?
Preencha com um e-mail válido
O seu endereço de e-mail não será publicado
Digite uma mensagem :)