Blog Lairce Cardoso

Lairce Cardoso

CONSTRUÇÃO DE UMA NOVA FAMÍLIA

5 de junho

Os encontros entre os dois irmãos foram ficando cada vez mais frequentes e a amizade que se firmou entre os dois era incrível.

Giuliano e Larissa apoiaram Gabriela nos últimos meses de sua vida em tudo que necessitava para tranquilizar sua partida do planeta Terra, especialmente quanto ao destino de Enrico.

Larissa sentia-se penalizada pela dor daquela mulher e, quando chegava em casa, colocava seus joelhos no chão e rezava fervorosamente por ela, para que encontrasse a paz, e por si mesma, agradecida por não ter caído nessa armadilha.

Agradecia pelas pessoas que lhe mostraram outro caminho, diferente do que ela queria traçar.

Alguns dias depois da morte de Gabriela, Enrico viera definitivamente morar com o irmão. E juntos formaram uma dupla inacreditável.

Quando os dois entravam correndo porta adentro ou quando cuidavam da horta, ainda mantinham o projeto de doação das hortaliças e verduras, ou quando contavam as estripulias que aprontavam, muitas vezes, Larissa nem conseguia mais se lembrar quando tinha sido mesmo que viveram separados.

Parecia que Enrico sempre estivera presente entre eles. E passou a amar aquele menino com um carinho que jamais imaginou que poderia.

Giuliano era o orientador dos dois, que o respeitavam como a maior autoridade que já conheceram. Era amigo e, nos momentos do futebol e dos exercícios, tinham conversas longas sobre profissão, mulheres e diversão.

– Você ainda vai estragar estes meninos – dizia Larissa.

– Por acaso eu a estraguei? Os nossos filhos são meninos de ouro. Deixe de ser ciumenta, mulher. Deixe comigo os papos de homem, apenas curta eles como mãe. Eles a adoram.

Pronto! Estava tudo sob controle.

E assim foi, os dois viveram sob o controle e comando dos pais até que desenvolveram a capacidade de assumirem suas próprias escolhas.

Emílio, como não podia ser diferente, se formou como Engenheiro Agrônomo. Tinha tudo a ver com seu estilo de vida. Desenvolvia um brilhante trabalho nas comunidades próximas da cidade onde sempre moraram. Era caridoso, mas justo; auxiliava aos que queriam aprender, mas não trabalhava por ninguém. Assimilou todo o conhecimento de Giuliano, apoio e não feitura.

Era muito falante e divertido, mas, em relação às mulheres, era mais contido. Se tornou um belo homem, mas muito reservado, e dizia que só se envolveria com alguém quando encontrasse o verdadeiro amor.

– Beijar não faz mal, dizia Giuliano. Mas quando bater os olhos na mulher da sua vida, saberá que é ela.

Enrico escolheu sua carreira na área de Hotelaria. Apaixonou-se por este setor através de Giuliano. Tinha grandes projetos em mente. Era focado e determinado. Desenvolveu todo seu projeto estudantil no hotel da cidade e, ainda muito jovem, tinha ideias incríveis para o negócio, que foi absorvido pelos donos do hotel.

Também era um belo homem. Ele herdara a aparência elegante e garbosa de Genaro. Mas era um lorde. Ainda mais tímido e menos risonho, arrancava suspiros da mulherada. E, contradizendo os pais, era o mais namorador, mas também sonhava com um grande amor.

– Cuidado, beijar demais poderá te ofuscar a visão de quando a mulher da sua vida chegar; mas quando isso acontecer, saberá que é ela – dizia Giuliano.

Larissa se divertia com as peripécias de Giuliano para manter os dois filhos no caminho do bem. Mas ele era incrível e os meninos o adoravam. Por isso, sentia-se tranquila e já fazia muito tempo que tinha aceitado o conselho do marido, apenas aproveitava o melhor da vida, como mãe, esposa e empresária.

A construção de uma nova família foi o ápice como seu papel de mãe. Mas ela sabia que as escolhas dos filhos os levaria para longe. E ela compreendia os desejos e os sonhos deles. Não se oporia, apenas já antevia a saudade que essa separação causaria, mas, quando chegasse o dia, teria seu amor para apoiá-la.

CAPÍTULO XXXI  – CONSTRUÇÃO DE UMA NOVA FAMÍLIA

Quer me conhecer melhor? Assista ao vídeo “Quem sou eu” https://www.laircecardoso.com.br/quem-sou-eu

Sobre o Autor: Lairce Cardoso
Lairce Cardoso

|

Nasci no berço da família Cardoso, na cidade de Paranapuã, no interior de SP no dia 15 de Julho de 1.963. Sou a nona filha do Senhor Libério e da Dona Lindaura.

Comentários (1)

Agência Action Play Responder

asdasdasdasdasd

8 de junho de 2020 at 11:43

Deixe uma mensagem

Qual o seu nome?
Preencha com um e-mail válido
O seu endereço de e-mail não será publicado
Digite uma mensagem :)