Blog Lairce Cardoso

Lairce Cardoso

TOCANDO EM FRENTE

20 de abril
Almir Sater – Tocando em Frente
Programa Inezita Barroso – TV CULTURA

Ando devagar porque já tive pressa….

Transformamos nossa rotina em dias cada vez mais corridos e desenfreados e, por conta disso, nos tornamos pessoas continuamente agitadas e não conseguimos parar nem mesmo nos momentos de descanso.

Estamos sempre checando e respondendo as mensagens do celular, pensando em trabalho e tantas outras obrigações, buscando novas probabilidades de negócios, de finanças e muitas outras coisas. Temos tanto a fazer que sequer pensamos no que fazemos diariamente. O piloto automático é que toma conta de tudo.

Acreditando que estamos apenas cumprindo o ciclo da vida ou, então estamos nos tornando grandes vencedores, não percebemos que, de fato, nos tornamos grandes perdedores quando desperdiçamos oportunidades incríveis de relaxar, passar mais tempo com a família e amigos, passar mais tempo conosco mesmo, enfim, de aproveitar a vida, que, a bem da verdade, é o que mais almejamos, quando…

Desacelerar. É o grito do momento. Se quisermos ir tocando em frente, desacelerar é preciso.

Não sou exímia conhecedora de nada, mas tenho dedicado muito do meu tempo nesses últimos dias ao aprendizado e uma coisa já se tornou real em minha busca pelo entendimento: a ocasião pede aprendizagem.

E só sairá mais forte da situação que enfrentamos aquele que conseguir entender essa mensagem. O Planeta grita aos nossos ouvidos, do amanhecer ao anoitecer: Pare! Está na hora de aprender para recomeçar.

E só sairá mais forte da situação que enfrentamos aquele se propor a compreender essa mensagem. Aquele que dispor a sair deste momento, melhor que entrou.

As vezes é necessário desacelerar o ritmo e perceber com atenção que há coisas que merecem nosso olhar. Há coisas que perdemos porque simplesmente passamos despercebidos por elas. A vida requer atenção nos seus detalhes. O seu EU também pede isso. FranXimenes

Desacelerar. É o grito do momento. Desacelerar é preciso.

Pense nisso! Qual o seu custo para se desacelerar? Quais as coisas em sua vida que estão precisando do seu olhar? O que tem passado sem a sua devida percepção? Quais os detalhes de sua vida que não tem tido a importância merecida?

E o seu eu? Como vai?

Quer me conhecer melhor? Assista ao vídeo “Quem sou eu” https://www.laircecardoso.com.br/quem-sou-eu

Sobre o Autor: Lairce Cardoso
Lairce Cardoso

|

Nasci no berço da família Cardoso, na cidade de Paranapuã, no interior de SP no dia 15 de Julho de 1.963. Sou a nona filha do Senhor Libério e da Dona Lindaura.

Comentários (4)

Léo alvarenga Responder

? é preciso desacelerar…o planeta grita aos nossos ouvidos,disse TD!?

20 de abril de 2020 at 12:01
Karen Ferreira Responder

Percebemos o quanto estamos agitados quando nem na quarentena conseguimos desacelerar né? Pra gente ver que não são as circunstâncias que nos aceleram, mas vem de dentro essa agitação de espírito. Busco em Deus a inspiração para me acalmar e descansar, aproveitando as coisas que realmente importam, como você bem disse no texto 🙂

20 de abril de 2020 at 13:09
Alexandra Cosmo Responder

A gente traça objetivos e corre tanto todos os dias que esquecemos de que é preciso parar e refletir se realmente é necessário fazer tudo isso. E que as vezes perdemos bons momentos entre família e amigos por não ter uma visão ampla do que está em volta. Entender que lutar trata-se de um esforço diário e que, após um dia, virá outro. E não se abalar por projetos que precisem de tempo para se completar, pois os passos devem ser dados um de cada vez. Bora exercitar a mente especialmente diante do que estamos vivendo! ?

21 de abril de 2020 at 11:16
Suzana Responder

Desejo que o mundo não precise de mais pandemias para enxergar o próximo. Que tenhamos a sensibilidade de sermos mais solidários e mais presentes. Assumi um compromisso comigo mesma de jogar mais bola no quintal, de manchar mais roupas com guaches, de não deixar as bonecas “com fome” rs, e de ver as “estrelinhas” e os aviões todos os dias ♥️

25 de abril de 2020 at 15:24

Deixe uma mensagem

Qual o seu nome?
Preencha com um e-mail válido
O seu endereço de e-mail não será publicado
Digite uma mensagem :)