Blog Lairce Cardoso

Lairce Cardoso

TERAPIA SISTÊMICA: Familiar ou Individual

25 de janeiro

Como disse o poeta John Donne: “Nenhum homem é uma ilha isolada; cada homem é uma partícula do continente, uma parte da terra; se um torrão é arrastado para o mar, a Europa fica diminuída.

Como se fosse um promontório, como se fosse a casa dos teus amigos ou a tua própria; a morte de qualquer homem diminui-me, porque sou parte do gênero humano.

E por isso não perguntes por quem os sinos dobram; eles dobram por ti”.

Ancestralidade Familiar e a Constelação Familiar Sistêmica

Todos vivemos em Sistemas

Todos nós vivemos em sistemas. O primeiro e maior sistema que fazemos parte é o sistema familiar. E desse sistema levamos conhecimento, padrões de comportamento e habilidades, para os demais sistemas ao qual iremos pertencer ao longo de nossa vida.

Em outras palabras, no nosso Sistema Familiar aprendemos e absorvemos todo o conhecimento que levamos que faremos parte ao longo de nossa vida: sistema educacional, religioso e empresarial.

Infelizmente, desconhecemos a poderosa influência dos legados ancestrais em nossas vidas, mas creiam nosso destino está fortemente entrelaçado com o dos nossos antepassados.

Embora, não tenhamos conhecimento de tudo, mas os elos consanguíneos são perpétuos, vínculos que não se desfazem com a morte.

Assim, independentemente do que tenha acontecido na nossa história familiar, minha mãe será sempre minha mãe, meu trisavô será sempre meu trisavô.

Então ao compreender o que acontece em nossa família, é possível sair da escuridão e desfazer muitos “nós” atados há trinta, cinquenta ou há muito mais tempo.  

Por isso foco da terapia sistêmica está baseado na compreensão dos padrões de comunicação que ocorrem no âmbito familiar, e ao longo da vida repercutirá nos locais de trabalho ou nos relacionamentos de pais e filhos e até entre casais.

Terapia familiar sistémica re-vinculante: algunas consideraciones técnicas  | Terapia Familiar Sistémica

O que é Visão Sistêmica?

Quando temos uma dor, um sintoma, somos alertados para algo, nosso primeiro impulso é eliminar esse desconforto a fim de resgatar a saúde física. Queremos nos livrar o mais rápido possível de tal doença.

Entretanto, a doença é algo que se manifesta em nosso corpo físico com a intenção de chamar a atenção para algo maior que precisa ser curado ou resgatado.

Não consertar corretamente as engrenagens faz com que estejamos no mecânico muitas vezes, para remediar a situação.

As doenças as dores são as luzes que se manifestam em nosso corpo físico, denunciando que algo importante, um desequilíbrio ou uma desordem em nosso interior, ainda manifestação de pessoas excluídas e sofrimentos dentro do sistema familiar.

Na visão sistêmica, portanto, a doença pode ser vista como uma manifestação de algo dentro da família que emerge a partir do sintoma.

Uma desordem no sistema familiar pode afetar todo o nosso equilibrio e mão olhar para isso com muito respeito, nos levará ao mecânico humano para remediar a situação.

Portando quando olhamos para nós, com base na visão sistêmica, olhamos para todo nosso sistema fmiliar, porque todos nós pertencemos a uma alma coletiva e nos conectamos a sua história, a sua vida e a determinados membros em particular.

Pertencemos a uma família, a um povo, a uma cultura e a uma raça que habita este planeta. Através dessa ligação de alma acabamos por influenciar e ser influenciados na nossa saúde.

Por que buscar a Terapia Sistêmica?

Normalmente, quem busca algum tipo de terapia está enfrentando dificuldades que prejudicam o bem-estar, o relacionamento com pessoas próximas e a qualidade de vida. Como por exemplo:

  • Pessoais: decepções com pessoas de sua intimidade e convívio;
  • Profissionais: dificuldades com chefes ou colegas de trabalho;
  • Familiares: desgaste com esposa, marido, filhos, pais e demais parentes;
  • Próprio: quando a dificuldade de aceitação é percebida em si mesmo

Assim, a Terapia Sistêmica trata a pessoa em relação ao contexto e aos relacionamentos que ela vive e com os quais apresenta dificuldades.

Durante as sessões em uma terapia deste tipo, o paciente é analisado a partir de suas características pessoais e dos sistemas sociais dos quais participa, a partir do primeiro sistema em que vive, que é o Sistema Familiar.

Este modelo de tratamento é indicado para pessoas de todas as idades.

Objetivos da Terapia Sistêmica

São muitos os benefícios da Terapia Sistêmica, ao mesmo tempo que leva a pessoa a ter uma nova visão sobre a vida, também é possível que todo seu sistema familiar sinta todas as mudancas.

Isso porque a atuação da Terapia Sistêmica não atua em todo o sistema familiar da pessoa que busca o tratamento.

Nesse interim, nas sessões da Terapia Sistêmica, é possivel promover mudanças não só no paciente mas também em todo seu sistema familiar, através de ações como:

  • Provocar a mudança nos padrões de relacionamento;
  • Promover a autonomia;
  • Chamar a consciência da situação para que o paciente possa analisar o padrão de relacionamento e evitar reações impensadas e automáticas;
  • Conscientizar o paciente a respeito de sua individualidade, capacidade de reação e responsabilidades;
  • Melhorar a qualidade de vida nos ambientes que a pessoa frequenta;
  • Tornar o paciente apto a fazer escolhas;
  • Enxergar o indivíduo por meio dos diversos papéis que ele executa nos grupos que faz parte;
  • Avaliar as influências que o paciente recebe e pratica;
  • Promover aprendizado sobre formas de se comportar;
  • Orientar possíveis mudanças comportamentais;
  • Permitir que o paciente encontre meios mais fáceis de interagir em sociedade;
  • Promover a potencialização pessoal;
  • Permitir que o indivíduo se reconheça melhor, reforçando seus pontos positivos e qualidades.

Bert Hellinger

Para Bert Hellinger o idealizador da Constelação Familiar, quando uma pessoa procura um trabalho terapêutico, ela carrega consigo sua própria família, histórias e crenças.

Em outras palavras todo o sistema familiar faz parte do histórico da pessoa, quer ela queira ou não.

Assim, é bem possível que não só o paciente está em desequilibrio, mas também todo o seu sistema.

Logo, é impossível olhar para esse indivíduo como um ser isolado, entendendo que ele faz parte de todo um sistema. Esse olhar é o ver além do cliente.

É enxergar toda sua história, olhando para os seus antepassados e todos aqueles cuja existência foi permeada de dores, dificuldades e alegrias, assim como para a jornada que o levou até lá, influenciando em sua própria trajetória. 

Terapia Familiar e individual

Álbum moderno com fotos antigas, como fazer? | Amofotolivro

É comum pensar na terapia sistêmica como uma terapia voltada apenas para famílias ou grupos já que, neste caso, cada membro corresponde a uma parte do sistema. No entanto, esta abordagem também pode ser aplicada em processos individuais.  

Então para exemplificar, assim como o as engrenagens do carro pense também nas peças de um relógio de ponteiro. Para que esses continuem marcando as horas e os minutos, todas as partes devem desempenhar o seu papel dentro da estrutura mecânica.

Se uma estiver com defeito, os ponteiros permanecerão imóveis.  

O mesmo se aplica às pessoas. Quando todos os fatores que constituem nosso ser, como as emoções, crenças, comportamentos, pensamentos, estão em equilíbrio, estamos de bem com a vida.

Já na situação contrária, problemas emocionais que afetam a nossa saúde, carreira e relacionamentos começam a tomar conta. 

Dessa forma, quando ponteiros são alinhados ficamos em harmonia e conseguimos compreender que as consequências de nossas ações e como elas interferem em nossas vidas.

As qualidades de ‘bom’ ou ‘mal’ não são atribuídas aos comportamentos. Assim, o jogo de apontar dedo acaba e as pessoas conseguem se entender sem julgamentos

Como é feito o atendimento terapêutico?

O paciente pode ser um indivíduo, uma família, um casal ou um grupo de pessoas. Na primeira sessão, a única atividade realizada é a de reconhecimento das queixas e de definição de objetivos

Ao longo do atendimento, o terapeuta desenvolve estratégias para ajudar o paciente a identificar o seu padrão de funcionamento.

Para a Terapia Sistêmica ocorrer bem, o paciente precisa ter certo nível de entendimento dos componentes de seu padrão.  

Em seguida, são feitas as redefinições. Elas são importantes para alterar os desejos estereotipados, ou seja, o que ele acredita almejar para si, mas, na verdade, foi encorajado a se sentir assim.

Esta redefinição parte sempre da proposta que o paciente precisa se responsabilizar por suas ações e problemas

É natural haver resistência e recaídas, pois a repetição inconsciente é quebrada com o passar do tempo. 

Cada paciente reage de uma forma diferente aos questionamentos propostos pelo terapeuta. Para uns, deixar a zona de conforto pode ser menos doloroso do que para outros. 

Mesmo que haja o desejo de mudar, pode levar meses ou anos até a mudança ser efetivada completamente.

A chave para tornar o processo constante está na repetição de bons padrões de comportamento. Aos poucos, o paciente perceberá que a escolha de ter uma vida feliz e de qualidade está em suas mãos. 

Terapia de Casal - Saiba Como a Psicologia Pode Auxiliar sua Relação

Mais um exemplo

Pense num situação de estrsse normalmente em vez de analisá-la logicamente e se afastar do sentimento negativo, a pessoa fica nervosa e desconta a irritação nos demais.

O acesso de raiva apenas causa mais perturbação emocional e deixa quem estiver por perto igualmente estressado. 

No tratamento terapêutico é possível, trabalhar essas questões para bem direcioná-la em sua vida. Fazer terapia não é eliminar todos os problemas, ou dar cabo as questões de sua vida, mas sim ensiná-lo a olhar os acontecimentos de sua vida com mais sabedoria e compreensão.

Aí está a chave da Terapia Sistêmica.

Emancipação para te dar a liberdade de escolher seu próprio destino, porque a pessoa  passa a reagir de acordo com o que a situação em si pede e não como o seu padrão dita.

“Quem age em harmonia, mesmo que seja contra o que os outros dizem, está bem consigo mesmo. A vida lhe nega milagres, até que entenda que tudo é um milagre. A vida encurta seu tempo, para você se apressar em aprender a viver”. Bert Hellinger

Um pouquinho sobre mim

Depois de atravessar uma fase muito delicada, em todos os setores meu viver, a vida me deu uma grande chacoalhada do tipo: acorda, você tem muito potencial para viver na invisibilidade.

Por fim, depois de uma faxina muito grande na minha pessoa, e de decisões difíceis e doloridas mas, absurdamente necessárias, surgiu uma nova mulher chamada Lairce.

Uma mulher que resolveu reinventar-se aos cinquenta e seis anos de idade, física, mental e psicologicamente. Uma mulher que aprendeu que priorizar a necessidade de ser feliz. Por outro lado compreendi que isso não é egoísmo, é vida!

Conto um pouquinho desses sentimentos malucos que tomaram conta de minha mente, nesta matéria que está aqui no blog https://laircecardoso.com.br/pedacos-da-vida/a-coragem-de-ser-imperfeita/

Ajustando o meu propósito de vida

Atualmente sou Terapeuta Complementar e Consteladora Sistêmica e trabalho tanto com crianças e adolescentes quanto com adultos. Como terapeuta meu principal objetivo é contribuir com a melhora comportamental, auxiliando o paciente a encontrar o caminho do autocuidado e autoconhecimento.

Então, se você se percebe que deve dar mais atenção a sua saúde mental e emocional de um modo geral, saiba que a terapia sistêmica é um grande apoio.

Especialmente nos processos de autoconhecimento, a terapia poderá te ajudar a ter mais consciência sobre suas questões que causam sofrimentos.

Através da Terapia Sistêmica é possível recuperar seu bem estar, auto estima e, até mesmo o resgate de si mesmo.

Por isso, contar com ajuda de um profissional não é sinal de fraqueza.

Se você passa por alguma situação difícil neste momento, não se faz necessário passar por tudo sozinho(a).

Além disso, a ajuda de um profissional qualificado, poderá te ajudar a atravessar esse processo de maneira mais leve.

Por isso, dê-me a oportunidade de mostrar como a Terapia Sistêmica poderá ajudá-lo nos diversos seguimentos de sua vida. Agende um horário e venha tomar um café comigo, é provável que aqui você se liberte de suas amarras.


PARA MAIS DICAS SIGA-ME NO INSTRAGRAM : http://@LAIRCE_CARDOSO_OFC

Sobre o Autor: Lairce Cardoso

|

Nasci no berço da família Cardoso, na cidade de Paranapuã, no interior de SP no dia 15 de Julho de 1.963. Sou a nona filha do Senhor Libério e da Dona Lindaura.

Deixe uma mensagem

Qual o seu nome?
Preencha com um e-mail válido
O seu endereço de e-mail não será publicado
Digite uma mensagem :)