Blog Lairce Cardoso

Lairce Cardoso

CINCO MINUTINHOS DO SEU DIA

18 de fevereiro

Cinco minutinhos do seu dia. Não é muito tempo? O problema não é falta de tempo, mas de prioridades. Temos tempo para tudo que priorizamos!

12 reais explicações para a falta de tempo das pessoas

Pare cinco minutinhos do seu dia para refletir comigo.

Já faz algum tempinho que li uma matéria sobre o acidente com um avião da Força Aérea Brasileira. A aeronave teve que fazer um pouso forçado em meio à Floresta Amazônica. No relatos dos sobreviventes, eles contaram que tiveram cerca de cinco minutos para deixar a aeronave antes que ela afundasse no Rio Ituí.

Em meio a tantas lições que recebi na vida, aí está mais uma, que decidi compartilhar com vocês. Muito se reclama sobre a falta de tempo, no entanto, imagino que os cinco minutos vividos pelos tripulantes daquela aeronave tenham sido os mais importantes, decisivos e inesquecíveis de suas vidas.

Concluo então, que mais valioso que o número de horas despendidas numa causa, situação ou fato, é a intensidade com que as vivemos.

Cinco minutinhos é nada

Cinco minutos é nada de tempo; não dá para fazer coisa alguma. Você acha que se os tripulantes daquela aeronave tivessem pensando assim, alguém haveria se salvado? Portanto, o que falta na nossa vida não é tempo, mas organização e disciplina e, prioridades.

Criamos as mais variadas desculpas para não realizar coisas que são importantes e prioritárias para o nosso bem viver. Colocamos a culpa em tudo e em todos. São os filhos, os pais, o trabalho, o estudo… O que não falta é motivo. Não é mesmo?

Se analisarmos criteriosamente quanto produzimos diariamente, ficaremos surpresos com o tempo que gastamos com coisas desnecessárias à nossa vida.

Não temos tempo para ir ao médico, dentista, fazer exercícios físicos, para cuidar da nossa saúde, especialmente a nossa saúde mental. Mas diante de situações de vida ou morte, cada um “dá seus pulos”, se arranja como pode, muda hábitos, aliás, os seus e os daqueles que estão ao seu redor, mas trata de salvar a sua pele.    

Não temos tempo para visitar amigos, parentes, para passear com a família. Estamos sempre muito ocupados. Mas quando os perdemos, ficamos lamentando a perda irreparável, mesmo sabendo que o nosso descuido jamais será reparado.

A vida pede ação, não promessas

A psicoterapia como caminho para uma vida melhor

Nessas situações, juramos mudanças de hábitos, recomeçar com mais controle do tempo gasto e ser mais sábios nas atitudes que envolvem nossa saúde, família, amigos.

Mas basta melhorar nosso estado físico e emocional para voltarmos ao circulo vicioso do “não tenho tempo”.

 Não existem formulas para controlar a correria dos dias e priorizar o mais importante para a vida, mesmo porque a correria faz parte da realidade. Hoje, tudo é muito concorrido e as decisões devem ser rápidas e precisas para evitar mais complicações e perdas irrecuperáveis.

Mas há tanta coisa urgente a fazer. Então como dar conta de tudo? Eu poderia deixar aqui uma lista de dicas sobre a organização do tempo, mas eu acredito que, aprendendo a distinguir o importante do urgente a xarada tá resolvida.

Uma coisa é certa: assim como as crianças, somente através de limites e disciplina aprenderemos a manter o foco naquilo que realmente é importante.

Entenda a diferença entre importância e urgência

Por vezes achamos que todas as tarefas são importantes ou urgentes, mas com uma análise mais aprofundada, perceberemos que as coisas não bem assim. Para isso, primeiro é essencial compreender a diferença entre importante e urgentes, depois roubar um tempinho e classificar todas conforme o merecimento. Aí você irá compreender que prioridade, isso sim, é fundamental.

6 coisas divertidas para fazer com os seus netos em dias de chuva | Avós e  Netos

Deste modo, para maior compreensão, entenda que tarefas importantes e urgentes requer maior prioridade e devem ser resolvidas imediatamente. Estas devem estar no topo da sua lista. Já as tarefas importantes, mas não urgentes, mas que exigem maior comprometimento e organização, podem ser executadas dentro de um planejamento mais longo. Estas devem descer um degrau na sua lista de coisas a fazer.

As tarefas urgentes, mas não importantes, são aquelas que foram executadas com erros, normalmente porque porque houve falha. Por isso pedem retrabalho foi por isso que se tornaram urgentes. Estas merecem um olhar mais crítico. O lugar da lista? De acordo com a necessidade que cada caso requer. E as não urgentes e não importantes? Relaxe, faça quando possível.

Nossa que trabalheira!

Vou te dar um conselho. E olha que eu faço milagres com o meu tempo e ainda, pratico meditação. Gaste cinco minutinhos do seu dia e dê uma repaginada nas suas tarefas. Dê às suas tarefas elas a prioridade que merecem em sua vida. Você vai se surpreender com a diferença que isso faz em bem pouco tempo.

Calma, não precisa se matar para resolver tudo de uma vez. Então comece fazendo uma boa faxina na sua lista de tarefas. Veja o que urgente e o que é importante. Depois vá se organizando para resolver suas tarefas, de acordo com a ordem que deu a elas. Aos poucos, quando menos perceber, saberá definir com exatidão a prioridade que cada atividade merece.

Aliás, pratique esse exercício para tudo na sua vida. Trabalho, amores, família e especialmente com você. Só assim vai entender que urgente mas não importante, merece o último lugar da lista, ao invés do primeiro como estava.

Trocando em miúdos tudo o que eu disse, eu fecho com a instrução do texto bíblico em Eclesiástico: “Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu.”

Veja também: https://laircecardoso.com.br/pedacos-da-vida/simplicidade-segredo-da-felicidade/

Siga-me: http://@lairce-cardoso_ofc

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é cartao-blog-1024x577.jpg

Sobre o Autor: Lairce Cardoso
Lairce Cardoso

|

Nasci no berço da família Cardoso, na cidade de Paranapuã, no interior de SP no dia 15 de Julho de 1.963. Sou a nona filha do Senhor Libério e da Dona Lindaura.

Deixe uma mensagem

Qual o seu nome?
Preencha com um e-mail válido
O seu endereço de e-mail não será publicado
Digite uma mensagem :)