Blog Lairce Cardoso

Lairce Cardoso

DESENCANTO ÀS AVESSAS

11 de junho

Desencanto às Avessas é a história de amor desse encantador casal que não se deixou abater pelo preconceito e juntos construíram uma belíssima família

Por karina Costa

Sempre quando ouvimos uma estória sobre amor, romance, imaginamos personagens, acontecimentos e elementos perfeitos para uma história de conto de fadas.

O que as pessoas não entendem é que o que pode ser perfeito pra alguém, não é o mesmo padrão de sonho para outro.

A nossa história de resume nisso “quebrar paradigmas”.

Tudo aconteceu há mais de vinte anos atrás. A princesa, ao invés de uma garotinha mimada e frágil, é uma jovem independente formada na faculdade, com um bom emprego, estabilizada financeiramente e profissionalmente.

O príncipe, um jovem garoto, desbravador, muito trabalhador e honesto, mas ainda começando a pensar em construir sua vida, um futuro. E, para açucarar a história, o príncipe é um tanto mais novo que a princesa.

Eles se conhecem, se veem todos os dias. Mas ninguém poderia imaginar que um dia eles ficariam juntos. Eles são muito diferentes, aparentemente. Mas no fundo, são bem parecidos.

A princesa sempre tentava dar dicas para que o príncipe percebesse que ela estava apaixonada por ele. Mas o príncipe nunca reparava.

Então ela pensou, terei que falar com ele. Se eu não falar, ele nunca vai me reparar.

E foi assim a declaração de amor: ao invés de um pedido de namoro com príncipe ajoelhado frente sua princesa, é a princesa quem vai atrás do príncipe e diz “Ei, não percebeu que estou a fim de você, não”?

O príncipe não acreditou. Como assim, essa princesa apaixonada por mim? Ela parece intangível, intocável, uma pessoa tão admirável que eu não seria merecedor do seu olhar! Pensou o príncipe.

– Tem certeza, eu mesmo? Disse ele.

– Sim, você mesmo! Respondeu a princesa.

Bom, aí, todos podem imaginar a história que veio em diante.

As pessoas nos olhavam meio que desconfiadas, com estranheza, nas famílias, parecia que algo não estava bem. Nossa união, no princípio, causou um reboliço nas vigas tradicionais conservadoras da sociedade.

– Mas você tem certeza disso? É isso mesmo que você quer? Nos perguntavam.

Alguns expressavam suas opiniões que eram totalmente contra nossa união.

Quando perguntávamos o motivo, ninguém dizia algo. Não haviam argumentos reais. Era tudo preconceito.

Tantas dificuldades sobrevieram que em certo momento, o príncipe pensou: melhor desistir, assim todo mundo fica satisfeito. Mas a sua mãe sabiamente lhe disse: quem tem que gostar de você é a sua princesa. O que importa é o amor que ela sente por você. Se vocês se amam, está tudo bem então.

E eles continuaram juntos.

Aparentemente, tudo o que alguém poderia imaginar que deveria ou poderia ser perfeito, a esse olhar digamos preconceituoso, conosco foi tudo ao contrário. Mas para nós dois foi tudo perfeito.

Para nós foi perfeito.

E com o passar do tempo, todos perceberam isso: nossa conexão era muito mais do que parecer um casal perfeito: nós nos entendemos, nos completamos, nos amamos!

E, por fim, os que mais eram contra nossa união, hoje nos abraçam e são os que mais nos apoiam e estão ao nosso lado.

E, para coroar toda essa história, Deus nos presenteou com dois filhos maravilhosos. Algo inimaginável para um casal que não podia ter filhos.

Mas essa é outra história, pra outra hora!

Por ora, para finalizar minha história quero contar ainda que o Adriano é Analista e eu Karina sou Funcionária Pública.

Nos casamos em Janeiro de 2007 , estamos juntos há 21 anos e juntos construímos tudo o que somos.

A construção de nossa família é o ápice de tudo e e nos encheu de alegria com a chegada de nossos filhos: Rebeca e Nicolas.

Quer me conhecer melhor? Assista ao vídeo “Quem sou eu” https://www.laircecardoso.com.br/quem-sou-eu

http://@lairce_cardoso_ofc

Sobre o Autor: Lairce Cardoso
Lairce Cardoso

|

Nasci no berço da família Cardoso, na cidade de Paranapuã, no interior de SP no dia 15 de Julho de 1.963. Sou a nona filha do Senhor Libério e da Dona Lindaura.

Comentários (2)

Karen Gonçalves Gomes Ferreira Responder

Que história linda! Muito bom saber dela, o amor precisa ser relembrado e compartilhado 🙂

12 de junho de 2020 at 09:47
Helena Responder

Adoro suas histórias! Parabéns querida

13 de junho de 2020 at 07:42

Deixe uma mensagem

Qual o seu nome?
Preencha com um e-mail válido
O seu endereço de e-mail não será publicado
Digite uma mensagem :)