Blog Lairce Cardoso

Lairce Cardoso

AS CONFISSÕES DE UM FILHO

21 de janeiro

Confissões de um filho é a história de um jovem que vai fazer você repensar seus valores familiares

Como contadora de histórias são nas mais diversas histórias, reais ou fictícias, que busco inspiração para minha vida. Por isso tenho usufruído das histórias cinematográficas para meu aprendizado constante.

Já falei de outros filmes aqui, e sempre que possível escreverei sobre filmes que valem a pena ser assistidos e de quebra, podem trazer ensinamentos pros nossos dias.

Ah! Mas gosto das comédias também

Principalmente as românticas, do tipo água com açúcar, também com elas aprendo, a sorrir e a pensar que na vida tudo seria muito mais simples, não fosse, o nosso complicomêtro.

Releasing Confessions of a Prodigal Son and Great Giveaway! —  SallyClarkson.com

Mas desta vez, resolvi escrever sobre o filme “Confissões de um filho” que conta a história de um jovem Sean (Nathan Clarkson)) criado em um lar cristão onde os preceitos religiosos tinha grande valor. Seu pai é pastor, como muitos pais, e planejava que ele seguisse seus passos, porém o jovem, como tantos jovens, sentia que aquela vida disciplinada o pressionava a ser uma pessoa perfeita, como o pai sonhava, mas que estava distante de seus planos. Além isso ele tinha a convicção que jamais conseguiria se tornar tão bom quanto o pai.

Assim, movido pelo desejo de experimentar o novo e descobrir como seria a vida sob o seu ponto de vista. Desse modo, sem pensar nas consequências, se rebela e decide sair de casa, largando a família e o pai para descobrir a vida através dos seus olhos.

Alguns anos depois na faculdade, enquanto ainda está em busca de respostas, ele é desafiado pelo professor a explorar sua vida em forma de uma história, primeiro como se ele fosse um amigo que está em um caminho errado e depois como uma jovem mulher que também está em uma jornada em busca de respostas. O professor também o desafia a justificar o significado dessa vida e por que ela mereceria ser contada ao mundo. Com isso, Sean passa a questionar tudo aquilo que achava saber.

Esse projeto e uma série de acontecimentos, o leva a refletir sobre sua incansável busca pela liberdade e pelo sentido da vida, e é assim que começa a redescobrir seus valores.

Me vi nos dois da mesma moeda.

Confissões de Um Filho Trailer Original - AdoroCinema

Me coloquei no lugar dos pais que sonham e desejam o melhor para os seus filhos. Senti na pele, a frustação daquele pai, quando os filhos não correspondem ao projeto tão bem desenhado e arquitetado por nós, para a felicidade deles. E, me dei conta que é bem assim, sonhamos, mas muitas vezes, nos colocamos nesses sonhos, esquecidos que ali estão os nossos anseios e não os deles.

Me coloquei também no lugar dos filhos, que tem por direito a descoberta do seu caminho, a experimentação dos seus anseios e desejos. Me vi no lugar desses jovens e me recordei quanto foi difícil me posicionar frente aos meus pais, especialmente minha mãe. Mas digo, com certeza, valeu a pena, caso contrário, não seria quem sou hoje. Me coloquei no lugar do Sean e senti a agonia de viver aquilo que não quer viver.

Já há algum tempo, tenho mudado muito meu olhar de mãe e, esse filme me fez refletir muito sobre isso. Devemos sim, criar os filhos para o mundo. Torná-los autônomos, libertos, até de nossas ordens. A partir de certa idade, só valem conselhos. O que não nos impede de sofrer quando fazem escolhas diferentes daquelas que gostaríamos ou quando eles próprios sofrem pelas escolhas que fazem.

É preciso que confiemos e trabalhemos muito para que nossos filhos sejam saudáveis e isso dá, sim, muito trabalho e exige muito de nós. As relações precisam ser construídas e alimentadas à base de muito amor e respeito. Esta é nossa grande missão como pais.

Vale a pena assistir ao filme, pode ser que não concorde com algumas cenas, assim como eu, porém vale a reflexão sobre o nosso papel no mundo.

Veja também: https://laircecardoso.com.br/pedacos-da-vida/a-adolescencia-e-um-segundo-parto/

Siga-me: http://@lairce_cardoso_ofc

Sobre o Autor: Lairce Cardoso
Lairce Cardoso

|

Nasci no berço da família Cardoso, na cidade de Paranapuã, no interior de SP no dia 15 de Julho de 1.963. Sou a nona filha do Senhor Libério e da Dona Lindaura.

Deixe uma mensagem

Qual o seu nome?
Preencha com um e-mail válido
O seu endereço de e-mail não será publicado
Digite uma mensagem :)