Blog Lairce Cardoso

Marina Lima

HISTÓRIA INFANTIL FESTA NO CÉU

2 de setembro

O QUE SERÁ QUE ACONTECEU NESSA HISTÓRIA INFANTIL UMA FESTA NO CÉU?

Conta-se que no tempo em que os bichos falavam
teve uma festa no céu e, assim todos os bichos da floresta foram convidados.

Embora toda a bicharada tenha sido convidada , o antipático do urubu, a fim de arrumar confusão foi logo pondo água na fogueira, desapontando o jabuti que não se conformava. Depois que a confusão tinha sido feita, a assunto em alta era que na festa no céu, só entraria só os bichos que tivessem asas. Ou seja os animais que voassem.

Então os outros bichos ficaram muito revoltados. De acordo com essa informação, a girafa pescoçuda não podia entrar, e o cachorro igualmente inconformado latiu reclamando. Especialmente o jabuti, ficou indignado, mas ele não desistiu, foi de carona com a garça.

Porém como era muito preguiçoso, dormiu em um canto e perdeu a carona de volta.
Não tendo como voltar, entrou escondido na viola do Urubu, que em pleno voo se achou muito pesado e pensou, será que comi demais? mas logo sentiu algo se mexendo e descobriu o jabuti. Sem piedade, se livrou do caroneiro, e peso intruso.

Jogou o jabuti lá do céu e embora o jabuti tenha esborrachado nas pedras, cada pescoço do casco foi colado pelos anjos, dando -lhe a vida novamente.

Todavia não houve mais festa no céu e o urubu transformou neste bicho mal cheiroso que ninguém quer por perto.

Mas não foi só isto que aconteceu…

Conta as maritacas fofoqueiras que o sapo também foi. Ele foi de carona
com o gavião, malvado que só ele.

Mas na volta foi descoberto e o gavião para castigá-lo travou com ele um denso diálogo. Vou te matar, vou te jogar num lugar pra você morrer.

O sapo desesperado dizia: não me jogue na água pelo amor de Deus, me jogue na pedra.

Adivinhem o que aconteceu? O sapo foi jogado pelo gavião em uma lagoa, e feliz da vida o sapo saiu saltitante…

Instagram: http://@maarina.lima

Youtube: Turma da Joaninha Recreação Infantil

Veja também: https://laircecardoso.com.br/espaco-kids/o-valor-de-uma-grande-amizade/

Sobre o Autor: Marina Lima
Marina Lima

|

Marina Lima, Campineira, 24 anos, filha de professora. É apaixonada pela arte de educar utilizando- se de metodologias inovadoras. É bailarina à 18 anos, Formou-se em Técnica em Nutrição e Dietética, pelo Colégio Técnico Bento Quirino Educação Física pelo Centro Universitário Salesiano de São Paulo e Pedagogia, pelo Centro Universitário Salesiano Internacional. Realizou pesquisa Científica na área da Psicomotricidade na Educação infantil. Atualmente, cursa Pós-Graduação nas áreas de Educação Inclusiva, Arte na Educação e Psicopedagogia clínica e institucional. Trabalha na área da educação à 6 anos, onde realiza atividades relacionadas à arte e movimento, psicomotricidade, Contação de história, dança e recreação.

Comentários (2)

Lairce de Souza Prado Responder

Amo estórias infantis! Como é bom ouvir! Lembranças boas da infância!Lembro dessa estória da festa no céu e gostava da parte dá estória que dizia que animal de boca grande não entraria na festa. E logo o sapo respondia tentando diminuir bem sua boca: “coitadinho do jacaré“ rsrs

13 de setembro de 2020 at 12:00
Lairce de Souza Prado Responder

Amo estórias infantis! Como é bom ouvir! Lembranças boas da infância!Lembro dessa estória da festa no céu e gostava da parte dá estória que dizia que animal de boca grande não entraria na festa. E logo o sapo respondia tentando diminuir bem sua boca: “coitadinho do jacaré“ rsrs

13 de setembro de 2020 at 12:00

Deixe uma mensagem

Qual o seu nome?
Preencha com um e-mail válido
O seu endereço de e-mail não será publicado
Digite uma mensagem :)